sábado, dezembro 31, 2016

Que Seja.

Cá estou te escrevendo, no último dia do ano.
Faltam poucas horas pra iniciar mais um ciclo em nossas vidas e é uma pena saber que esse próximo ciclo não haverá mais nós, somente eu, aqui, sozinha.
Como te disse - quando tive que engolir sua frase de "a hora que eu parar de ser (teimoso), pode saber que me perdeu de vez, PRA TUDO" - que já não tinha, pois eu fiz planos sozinha e sonhei sozinha, então não doeu, tanto, porque o que iria mudar? nada.
Então continuarei sozinha, mas dessa vez, realmente sem você.
Parece deja vu, ou talvez eu soubesse que essa separação aconteceria, talvez minha mente já estivesse ocultando meus sentimentos tudo em 2º plano, porque não ta sendo difícil, mas também não será fácil porque vão ter momentos que me lembrarei de você, das nossas conversas, da sua risada maravilhosa que me deixou espantada de tão feliz que você pareceu estar, do seu sorriso e que incrivel maneira de sorrir, até comendo, falando. Chega a ser contagiante.
Você me contagiou de admiração ao mostrar como és, ver teus lados e saber teus planos, não todos, não os que provavelmente você ousou ter comigo, mas agora não importa mais.
É chato sentir esse peso que sinto agora por ter conseguido estragar tudo no último dia de um ano que foi bom porque você esteve nele, mas talvez deva ser assim, talvez eu esteja cansada desse drama todo que foi sua participação na minha vida.
Foi cem por cento bom, mas teve sombras de alguns por centos ruins, mas como você disse, "que seja"...

Que seja breve essa mistura de sentimentos, assim como foi breve sua passagem na minha vida!
Feliz? Ano Novo, que realmente seja.

domingo, dezembro 04, 2016

Quando foi que parei de pensar no meu bem-estar pensando em não ferir os sentimentos de outrem!?